Rafael Maluf analisa o aumento do plantio e importação de maconha durante pandemia

Em entrevista virtual ao Jornal da Rede Alesp, o advogado criminalista Rafael Maluf faz uma análise sobre o aumento significativo do plantio e importação de maconha e aponta os reflexos na pandemia.


Segundo Maluf, com o aumento de fiscalizações causadas pelo Covid, o número de apreensões foi doze vezes maior do que no ano anterior. Por outro lado, houve um aumento de atendimentos pelo SUS de pacientes internados pelo uso de entorpecentes.


"Isso se dá porque as pessoas ficaram mais em casa, por não terem atendimentos coletivos para dependentes químicos. O que nos leva a crer que a única hipótese que nós temos é que houve um aumento da produção de entorpecentes no mercado interno para que se possa suprir a necessidade dos usuários", sustenta o advogado.


Rafael Maluf falou ainda que o Código Penal não prevê critérios objetivos sobre as implicações do plantio caseiro da maconha, o que pode incorrer no crime de tráfico de drogas, com pena de 5 a 15 anos de reclusão.


Assista abaixo a íntegra da entrevista:



Cartões Rafael Maluf.jpg
Logo M PNG.png